Quando o “Doutor Google” é um aliado da medicina

Pesquisas mostram que Internet e tecnologia podem – e devem – ser aliadas de médicos e profissionais de saúde

Medicina Direta oferece prontuário eletrônico completo para otimizar a gestão de consultórios e hospitais

Médicos, hospitais e órgãos reguladores do setor da saúde são unânimes em apontar que a pesquisa do paciente na Internet não pode substituir a consulta com um profissional especializado. Entretanto, apelidado de “Doutor Google” o fenômeno já é uma realidade para o setor e pode até mesmo ser um aliado das clínicas médicas.

A presença na web e o uso de soluções tecnológicas na gestão e relacionamento dos consultórios se transformaram em itens essenciais para médicos que desejam se destacar. Já profissionais receosos com as novas ferramentas e/ou que utilizam sistemas antiquados não são bem vistos pela maioria dos pacientes.

Isso porque a conectividade das pessoas mudou a forma de consumo da informação médica. Levantamento do Google mostra que as buscas referentes a hospitais e clínicas de saúde cresceram 25% nos primeiros quatro meses de 2015 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Além disso, 39% da procura é realizada por dispositivos móveis e 99% dos usuários confessaram utilizar a Internet como fonte de pesquisa – bem à frente dos profissionais de saúde.

“Hoje em muitos casos o paciente vai para a consulta com um pré-diagnóstico após pesquisar sobre o tema. O médico precisa saber se relacionar com essa pessoa e isso inclui ter uma presença digital forte e eficaz, com sites e ferramentas que otimizam o relacionamento”, confirma Tiago Delgado, sócio-fundador da Medicina Direta.

A empresa nasceu justamente com a ideia de oferecer esses serviços para médicos e hospitais. Além de desenvolver um site já de acordo com as regras do Conselho Federal de Medicina (CFM) e voltado para os buscadores, a agência criou uma plataforma de prontuário eletrônico que melhora a gestão do consultório, realizando tarefas como preenchimento de fichas de convênios, recibos e até mesmo a realização de pagamentos na mesma lógica de um e-commerce.

Dessa forma, os profissionais da área médica conseguem simplificar a administração dos consultórios, deixando toda a parte burocrática com a solução, e podem focar no que realmente é mais importante: o bom atendimento ao paciente. O relacionamento com as pessoas é a principal ferramenta dos médicos para manter um bom número de clientes e passar pela crise econômica.

Estudo da Phillips apresentado no SXSW 2015 reforça esta tendência. Sete em cada dez pacientes preferem se comunicar com seus provedores de saúde via SMS, e-mail ou até por redes sociais do que ir pessoalmente até à clínica. Além disso, o uso de aparelhos conectados pode reduzir o tempo desperdiçado de sistemas ineficientes em até 50%.

“A Internet e sua influência na medicina é uma realidade para a grande maioria dos pacientes. Os médicos que desejam manter a qualidade no atendimento e ter destaque em sua comunidade precisam aderir à tecnologia o quanto antes e proporcionar uma melhor experiência ao seu público”, conclui Delgado

Sobre Medicina Direta:

Com o objetivo de ser o departamento digital de clínicas e consultórios médicos, a Medicina Direta surgiu em 2013 para oferecer infraestrutura tecnológica adequada e otimizar a gestão da saúde. A empresa disponibiliza o prontuário eletrônico, facilitando a coordenação de agenda, receituário, pagamento e demais processos que envolvem a rotina do profissional do setor. Além disso, a companhia desenvolve sites, gerencia e-mails e cria campanhas no Google Adwords. Para mais informações, acesse: http://www.medicinadireta.com.br

 

Com Medicina Direta, Hospital Santa Paula investe em marketing de relacionamento com médicos

Plataforma de prontuário eletrônico é oferecida pelo hospital da capital paulista

Na área da saúde, encontrar um bom parceiro representa a chance de unir a excelência no atendimento com um crescimento financeiro. No ranking da Revista Fortune com as 50 maiores corporações mundiais, 40% delas fizeram parcerias na área médica, segundo estudo divulgado pela Phillips.

Aqui no Brasil, o Hospital Santa Paula aposta desde o fim de 2013 neste formato com a Medicina Direta, empresa especializada em soluções digitais para clínicas e consultórios. O complexo localizado na Zona Sul de São Paulo utiliza a plataforma eletrônica da parceira para estreitar o relacionamento com os médicos mais atuantes do seu corpo clínico.

A união funciona do seguinte modo: o Santa Paula adquire a solução da Medicina Direta e repassa gratuitamente para o médico como reconhecimento pelos serviços prestados no hospital. Dessa forma, ele consegue utilizar em seu consultório todos os benefícios que o serviço permite (veja mais abaixo). 40 médicos do quadro clínico do hospital já receberam a plataforma.

“Com a Medicina Direta, conseguimos oferecer este prêmio para os principais médicos do nosso corpo clínico e melhoramos a sinergia dentro do hospital. É um investimento de marketing de relacionamento do hospital”, comenta Leandro Dias, gerente de relacionamento do Hospital Santa Paula.

Além disso, a medida fez com que o Santa Paula melhorasse a comunicação interna com seus colaboradores. Por meio da solução, a diretoria consegue enviar mensagens e outros documentos para os médicos, facilitando a troca de informações.

Fundado em 1958 como pronto-socorro, o Hospital Santa Paula se transformou em centro de excelência na área médica da capital paulista. Atualmente tem 200 leitos, oito salas de cirurgia e 50 leitos de terapia intensiva, atendendo 100 mil pacientes e realizando 7,5 mil cirurgias anualmente.

Como funciona a plataforma da Medicina Direta

Com um login e senha, o médico acessa a plataforma que gerencia todos os serviços de seu consultório. Nele, o profissional possui um controle de e-mails, faz a gestão da agenda de consultas, administra suas finanças, consegue elaborar rapidamente uma receita e preencher fichas de convênio e acessa todo o histórico do paciente. O espaço também realiza pagamentos por cartões, eliminando a necessidade de contratar máquinas – lógica semelhante ao e-commerce. Como as informações estão na nuvem, ele pode acessar via aplicativo de qualquer dispositivo móvel iOS (sistema operacional dos tablets e smartphones da Apple), gerenciando seu consultório de onde estiver.

Sobre Medicina Direta:

Com o objetivo de ser o departamento digital de clínicas e consultórios médicos, a Medicina Direta surgiu em 2013 para oferecer infraestrutura tecnológica adequada e otimizar a gestão da saúde. A empresa disponibiliza o prontuário eletrônico, facilitando a coordenação de agenda, receituário, pagamento e demais processos que envolvem a rotina do profissional do setor. Além disso, a companhia desenvolve sites, gerencia e-mails e cria campanhas no Google Adwords. Para mais informações, acesse: http://www.medicinadireta.com.br

Informações a imprensa:

NB Press Comunicação

Contato: Natália Lippo/Renata Pereira

Jornalista responsável: Marco Miranda

Tel: 11 3254 6464 /11 3254 6463

E-mail: natalialippo@nbpress.com; renatapereira@nbpress.com; marcomiranda@nbpress.com

Infográfico – Estrategia Marketing

Desenvolvemos um guia em formato de infográfico para auxiliar nossos clientes e parceiros em como desenvolver estratégias vencedoras de marketing digital, com foco em performance, resultados.

Conheça um pouco mais desta maravilhosa ferramenta de fomento de novos negócios, de uma forma única, através de nosso infográfico.

Estrategia Marketing

Como aumentar o número de pacientes sem maiores investimentos em marketing?

Pra uma clínica se manter viva é necessário ter um bom movimento de pacientes. Além do retorno financeiro para o próprio profissional de saúde, ela precisa permitir que a rentabilidade pague o salário dos funcionários, aluguel do imóvel, manutenção, entre outros. Para que tudo isso seja possível, a busca por clientes novos se faz necessário.

Para isso, investir em marketing é uma boa estratégia, porém, nem sempre ela é barata. Isso pesa ainda mais no orçamento de quem está começando a atender ou acabou de fazer uma grande reforma no local. Por isso, separamos algumas dicas de como aumentar o número de pacientes sem maiores investimentos em marketing. Confira:

Redes sociais

Ter um perfil nas redes sociais e participar de grupos de saúde, ajuda médica, entre outros, é uma maneira de se fazer presente para os possíveis pacientes. Colaborar com informações em um fórum ou um grupo do Facebook é de graça e faz com que as pessoas saibam da existência do profissional em determinado município.

Tenha uma página no Facebook

Antes de mais nada, leia normas e limitações impostas pelo Conselho Federal da sua profissão sobre como usar a internet da forma correta para divulgação. Depois, caso seja permitido, crie uma página no Facebook dando dicas de saúde, falando sobre doenças atuais, dando informações sobre temas do momento, como Ebola, e convide as pessoas para curtirem. A rede social é uma ótima maneira de divulgar sua cínica sem gastar.

Dê entrevistas

Há diversas pessoas escrevendo sobre saúde em sites e revistas e, muitas vezes, elas procuram um profissional da área para ser entrevistado. Esteja disponível para dar entrevistas. Essa é uma maneira gratuita do seu nome ser conhecido pelos leitores e de estar presente no mundo virtual. Como consequência, certamente você ganhará novos pacientes. O site “Ajude um repórter” permite essa interação entre jornalistas e demais profissionais gratuitamente.

Esteja presente na vida do seu paciente

O boca a boca é essencial para conquistar novos clientes e isso só acontece se você tratar bem dos seus pacientes atuais. Por isso, zele pelo bom atendimento, tanto seu quanto dos seus funcionários. Além disso, use de delicadezas como um cartão de Natal enviado para cada um ou até votos de feliz aniversário feito por e-mail. É uma forma simples de se fazer lembrado e conquistar os pacientes. Para isso, um sistema de gestão eficiente é necessário.

“Brindes”

Um calendário de mesa dado no final do ano ou um chaveiro ou caneta da clínica oferecido aos pacientes é uma maneira econômica e interessante de ter o nome e telefone da sua clínica sempre por perto. O gasto é pequeno, mas o retorno é garantido. Afinal, a pessoa é tanto atraída pela delicadeza da clínica quanto terá o numero sempre à mão, quando precisar.

Você já realiza algum trabalho assim em sua clínica? Conte pra gente nos comentários.