Cinco dicas para blindar seu consultório contra a crise

Por Tiago Delgado *

Muitos livros de auto-ajuda explicam que o ideograma chinês para crise pode representar, em diferentes ocasiões, “perigo” e “oportunidade”. Ainda que exista controvérsia sobre esta afirmação, ela traz consigo um forte aprendizado: durante um período instável, é possível encontrar oportunidades para crescer. No caso de clínicas e consultórios médicos não é diferente. Os profissionais de saúde precisam encontrar formas de blindar seu trabalho contra a crise, mantendo o atendimento de qualidade e humanizado para seus pacientes. Confira cinco dicas para isso:

Ajustes operacionais – ninguém gosta de passar dificuldades, mas períodos de instabilidade são ótimas oportunidades para realizar mudanças que otimizam a operação do negócio. No caso dos consultórios médicos, é a chance de encontrar novos talentos, negociar com fornecedores, fomentar parcerias e buscar novas soluções.

Informatize tudo – o diferencial do médico é a qualidade oferecida no tratamento ao paciente. Portanto, ele não pode perder tempo com processos burocráticos que tomam um espaço considerável em sua agenda. Ao informatizar documentos e operações, é possível ter mais organização e fácil acesso – agilizando a tomada de decisões e deixando a clínica mais eficiente.

Faça da Internet uma extensão do seu consultório – ter um site profissional, com conteúdos relevantes e informações para os pacientes, deixou de ser um artigo de luxo e agora é uma necessidade. As pessoas já utilizam a web para pesquisar sobre médicos e clínicas e confiam mais naqueles que sabem trabalhar nesta mídia.

Mande tudo para a nuvem – após digitalizar os dados mais importantes, guarde estas informações no cloud computing. Além de aumentar o espaço físico do consultório com a eliminação de arquivos, a nuvem reduz custos de infraestrutura, tem mais segurança e facilita o acesso aos documentos.

Faça sua propaganda online – não adianta ter um ótimo site se ele não aparece para os usuários. Invista na divulgação de sua marca na Internet, divulgue seu site em todos os materiais impressos da clínica, como cartão de visita e receituário. Realize um trabalho de SEO e campanhas no AdWords. Dessa forma, o consultório será um dos primeiros a aparecer quando o paciente realizar uma busca no Google.

* Tiago Delgado é sócio-fundador da Medicina Direta, empresa especializada em gestão e serviços digitais para clínicas e consultórios

Com Medicina Direta, Hospital Santa Paula investe em marketing de relacionamento com médicos

Plataforma de prontuário eletrônico é oferecida pelo hospital da capital paulista

Na área da saúde, encontrar um bom parceiro representa a chance de unir a excelência no atendimento com um crescimento financeiro. No ranking da Revista Fortune com as 50 maiores corporações mundiais, 40% delas fizeram parcerias na área médica, segundo estudo divulgado pela Phillips.

Aqui no Brasil, o Hospital Santa Paula aposta desde o fim de 2013 neste formato com a Medicina Direta, empresa especializada em soluções digitais para clínicas e consultórios. O complexo localizado na Zona Sul de São Paulo utiliza a plataforma eletrônica da parceira para estreitar o relacionamento com os médicos mais atuantes do seu corpo clínico.

A união funciona do seguinte modo: o Santa Paula adquire a solução da Medicina Direta e repassa gratuitamente para o médico como reconhecimento pelos serviços prestados no hospital. Dessa forma, ele consegue utilizar em seu consultório todos os benefícios que o serviço permite (veja mais abaixo). 40 médicos do quadro clínico do hospital já receberam a plataforma.

“Com a Medicina Direta, conseguimos oferecer este prêmio para os principais médicos do nosso corpo clínico e melhoramos a sinergia dentro do hospital. É um investimento de marketing de relacionamento do hospital”, comenta Leandro Dias, gerente de relacionamento do Hospital Santa Paula.

Além disso, a medida fez com que o Santa Paula melhorasse a comunicação interna com seus colaboradores. Por meio da solução, a diretoria consegue enviar mensagens e outros documentos para os médicos, facilitando a troca de informações.

Fundado em 1958 como pronto-socorro, o Hospital Santa Paula se transformou em centro de excelência na área médica da capital paulista. Atualmente tem 200 leitos, oito salas de cirurgia e 50 leitos de terapia intensiva, atendendo 100 mil pacientes e realizando 7,5 mil cirurgias anualmente.

Como funciona a plataforma da Medicina Direta

Com um login e senha, o médico acessa a plataforma que gerencia todos os serviços de seu consultório. Nele, o profissional possui um controle de e-mails, faz a gestão da agenda de consultas, administra suas finanças, consegue elaborar rapidamente uma receita e preencher fichas de convênio e acessa todo o histórico do paciente. O espaço também realiza pagamentos por cartões, eliminando a necessidade de contratar máquinas – lógica semelhante ao e-commerce. Como as informações estão na nuvem, ele pode acessar via aplicativo de qualquer dispositivo móvel iOS (sistema operacional dos tablets e smartphones da Apple), gerenciando seu consultório de onde estiver.

Sobre Medicina Direta:

Com o objetivo de ser o departamento digital de clínicas e consultórios médicos, a Medicina Direta surgiu em 2013 para oferecer infraestrutura tecnológica adequada e otimizar a gestão da saúde. A empresa disponibiliza o prontuário eletrônico, facilitando a coordenação de agenda, receituário, pagamento e demais processos que envolvem a rotina do profissional do setor. Além disso, a companhia desenvolve sites, gerencia e-mails e cria campanhas no Google Adwords. Para mais informações, acesse: http://www.medicinadireta.com.br

Informações a imprensa:

NB Press Comunicação

Contato: Natália Lippo/Renata Pereira

Jornalista responsável: Marco Miranda

Tel: 11 3254 6464 /11 3254 6463

E-mail: natalialippo@nbpress.com; renatapereira@nbpress.com; marcomiranda@nbpress.com